Obras 3º Perimetral de Porto Alegre para 2014


Hoje,

quero falar sobre as futuras obras complementares da 3º Perimetral de Porto Alegre. Acredito que apenas um número muito pequeno de cidadãos estejam sabendo disto, mas não me surpreendo, pois organização e planejamento não é o nosso forte como nação. Isso se mostra de fato, porque a maioria dos proprietários e comerciantes que serão atingidos diretamente pelas obras ainda não tenham sido notificados pela prefeitura.

O descaso é tão grande que muitos perderão sua casa ou negócio por completo e, a poucos meses do início das obras, nem sabiam (ou mesmo não sabem) que ocorrerão tais desapropriações.

Imagine você em sua casa ou negócio hoje todo feliz e recebe uma notícia, ou melhor, ouve um comentário na rua, de que daqui a três meses começará uma obra que passará no meio da sua sala. E que você terá que se mudar (sem chance de dizer não). Só que oficialmente ninguém te comunicou isso. Pois bem, é assim que muitos estão.

É a tática do “enfiar goela abaixo” ou “tem que ser assim por que senão não vai dar tempo”. Isso não é justo, não é correto e nem é sábio.

Estamos prestes a ter em nossa capital, mais cinco importantes obras viárias que virão a complementar o projeto da 3º perimetral (projeto esse com décadas de atraso). Serão cinco passagens: uma passagem de nível na avenida Ceará com a Farrapos; viadutos nas avenidas Aparício Borges com a Bento Gonçalves e Carlos Gomes com a Plínio Brasil Milano e passagens na Dom Pedro II com a Anita Garibaldi e na Dom Pedro II com a Cristóvão Colombo.

As razões destas obras são realmente de grande importância para o trânsito, visto permitir uma maior fluidez nas avenidas envolvidas e a diminuição de tantos pontos com sinaleiras (o que para uma avenida de via rápida não faz sentido algum).

As obras estão avaliadas em mais de R$120 milhões que serão financiados pela Caixa Econômica Federal, segundo informações em notas públicas feita pelo titular da Secretaria Municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico (Smgae), Newton Baggio.

Particularmente, sou favorável as obras públicas transparentes e coerentes, mas fica impossível não realizar fortes críticas em casos como o da 3º perimetral de Porto Alegre. O projeto caminha contra o pensamento urbanístico mundo afora desenhado. “Estamos” investindo e construindo viadutos em plena área urbana. Quer agressão mais forte que acordar um certo dia com um ônibus passando na altura da janela do quarto? O viaduto da Protásio com a Goethe é antigo, mas o da Nilo com a Carlos Gomes é novinho em folha.

Projetaram um extenso corredor de ônibus, mas e os ciclistas?....somente aos domingos e feriados quando fecham. Tenho certeza que se houvesse uma ciclovia, transitariam mais bicicletas do que os pouquíssimos ônibus que por alí trafegam.

Em algumas das novas travessias que ocorrerão na nova fase de obras da 3º perimetral o carro passará por baixo, porém; a exemplo do cruzamento Dom Pedro II com Plínio, será erguido mais um viaduto. Por quê?!!!!!!!!!

Outra coisa. Já imaginaram todas essas obras acontecendo ao mesmo tempo?!!!!!!!!! Vai ser o inferno!!

Baixo seguem as imagens do trecho Dom Pedro II e Cristóvão. Pena que todas as travessias não seguirão este modelo e vamos ter mais alguns viadutos.

Projeto:


Hoje em dia:


Maurício

#TextosMaurícioAurvalle #ObrasPortoAlegre

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo