Tivemos um domingo extremamente revelador.



Tivemos um domingo extremamente revelador e igualmente cheio de reflexões.

Presenciar o que presenciamos sem, ao menos, questionar todas as incoerências envolvidas seria um total desinteresse pelo momento que vivemos. Queira ou não, goste ou não de política, esses eventos interferem significativamente na nossa vida.

Presenciamos um instrumento de nossa constituição ser presidida e conduzida por uma pessoa totalmente comprometida, tanto em seus interesses quanto em sua condição moral (e judicial).

Presenciamos uma quantidade de parlamentares raivosos, disparando insultos e cusparadas, valorizando pessoas de péssima reputação e moral, misturando crenças e família com direito cívico e político. Vimos gritaria, empurrões, puxões de casacos e muito desrespeito ao local de votação.

Parlamentar comendo plural ou mostrando a sua incapacidade oratória também teve de sobra.

Propagação de ódio e incitação às diferenças raciais e sexuais também identificamos a todo o momento. Aliás, por que ainda olhamos estes assuntos como “diferenças”? Até quando vamos continuar nessa estupidez?

Hipocrisia e cinismo foram interpretados por todos em seus discursos típicos de político em fase de campanha. Aquele discurso patético que nos dias de hoje se baixa pronto da internet, pois são todos igualmente cretinos, mentirosos e populistas.

Chego a me perguntar porque a necessidade do impeachment? Palavras que muitos nem conseguiam pronunciar. Afinal, todos representavam, ou eram donos da honestidade, não?

Tive a oportunidade de me enjoar com a tamanha vaidade desse povo engravatado. Ao meu ver, deveriam trocar os seus caros ternos por penas de papagaio e um tapa-olho. Cena patética ver estas pessoas se empurrando para aparecerem na TV.

Parlamentares que votaram contra suas crenças porque tinham que obedecer ao seu partido. Parlamentares que se ausentaram ou se abstiveram do voto. Atos que mostram o quão ignorantes o são a respeito do seu significado naquele local. Estão lá, não para atender os interesses dos seus partidos, mas para representar o cidadão comum que o elegeu. Mas atribuir somente a ignorância é como passar a mão na cabeça de um bando de sem vergonha oportunista.

Olhar de cima a filmagem do parlamento em votação, foi como ver um bando de ratos brigando para tirar um pedacinho do queijo....uns sobre os outros...todos na mesma vala.

Porém, este cesto comum de frutas podres, onde algumas boas estão juntas, não é justificativa para colocarmos de lado tudo o que vem acontecendo em nosso cenário político, econômico e jurídico do país.

Não podemos deixar bandeiras partidárias ou interesses particulares nos cegarem para toda a sujeira que vem sendo exposta e comprovada pela justiça. Não se trata de indícios especulados por essa ou aquela mídia ou meio de comunicação, trata-se da nossa instituição de justiça provando com fatos!

Justificar que um crime não é crime porque outros também o fizeram? Isso não existe!

Justificar a não condenação, no caso do impeachment, porque “não sabemos o que esperar do outro lado”, também não é justificativa, é aceitar que o errado pode continuar sendo praticado e que o fim justifica os meios.

Vivenciamos a comprovação de bilhões e bilhões de desvios em todas as ações envolvendo o governo, nos escândalos considerados como o maior já ocorrido na história do país e, possivelmente, da história recente da humanidade.

Construímos Copa do Mundo, Usinas, Portos, e outras tantas obras públicas com custos vergonhosamente super faturados, sendo que muitas destas obras ou não foram concluídas ou simplesmente foram abandonadas...ou pior, foram doadas para outros países. Constroem estádios de futebol mais do que escolas...mesmo em lugares onde “não existe” publico para suportá-los. O Maracanã foi reconstruído para atender o padrão FIFA, mas terá que receber novas obras para atender o padrão Olimpíadas (?!!!!!!!).

A comprovação da incompetência administrativa e da utilização criminosa dos recursos públicos chega a nos cegar de tão claro que é!

O mais engraçado é ver que uma grande maioria não liga as pontas entre a sua vida comum com as ações de um governo incompetente e corrupto. Afinal, todos os custos que foram incorporados em nossas vidas nos últimos anos pouco importam, correto? Tudo o que subiu o valor da Luz, da água, da telefonia, da gasolina, todos os bens de consumo, transporte público, remédios, aluguel....Também não é preciso lembrar que somos o país com uma das maiores taxas de impostos DO MUNDO?!!!!

Mas não para só nisso. Não temos hospitais (mas temos estádios FIFA!!!!!), presos são soltos porque falta presídio, não temos segurança pública em nenhum lugar....mas nossos políticos andam com escolta e carro blindado pagos por nós.

Alguém pode me explicar isso? Por favor? Eu não consigo entender.

Pra facilitar a coisa, eu nem vou entrar em questionamentos do tipo: “Como uma presidenta, que já foi torturada, pode apoiar regimes que se utilizam destas mesmas práticas?” Ou então; “defender a liberdade de expressão do cidadão e imprensa mas frequentemente buscar aprovar leis que tangem contra esta posição?...Ou apoiar regimes que claramente atacam esta liberdade?”

Também não vou entrar no mérito sobre o apoio aberto que o governo exercer à movimentos instrumentalizados para invadir terras e instituições privadas, assim como servir de massa de manobra para manifestações em prol do seus interesses. Carregam uma bandeira de reforma agrária da qual eles próprios não querem e não fazem.

Meu real desejo é que este impeachment aconteça e que as investigações da Lava-Jato continuem até o fim, pegando quem tiver que pegar e derrubando de forma indiscriminada ao parido envolvido. Precisamos levar a justiça a todos.

O fato de o vice-presidente ser um cretino também não me agrada, até porque eu não votei nele. Quem votou nele foi a mesma pessoa que hoje reclama por seu candidato estar sofrendo processo de impeachment. Isto mostra como é suja e traiçoeira as alianças pelo poder. O desespero por chegar ao poder é o principal causador da sua própria queda.

Agora, o que não podemos é deixar esta sujeira toda passar em branco, porque se o fizermos, estaremos dando cartas brancas para fazerem o que quiserem...e perderemos todo e qualquer direito de reclamar no futuro.

Lembrem-se, a poucos meses atrás o impeachment era considerado pelos políticos como algo inviável, mas este cenário mudou porque uma ampla maioria (não paga) foi as ruas exigir mudanças.

Temos que colocar as camisetas partidárias de lado e agirmos como indivíduos. Eles, os políticos portadores de bandeiras, só lucram com essa cegueira.

Você é só um militante da mortadela ou comedor de coxinha, mas eles....aaaah, eles......Eles só te observam pra que lado tu vai.

Não podemos esquecer que iremos às urnas no final deste ano. Afinal, eles estão lá porque nós votamos neles.

Minha bandeira é verde e amarela.

Maurício Aurvalle.

#TextosMaurícioAurvalle #Opinião

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo