Como construir o belo?


Como construir o belo?

​​


Beleza não se faz com a tentativa de criar o que se acha ser bonito. Beleza e' algo relativo e particular. Belo por belo não se sustenta, pois não é unânime nem durador. Beleza se constrói pelo somatório de esforços, razões, sentimentos, emoções e experiência de vida....ou a pura falta dela por meio da ingenuidade infantil ou da ignorância dos puros.

A beleza humana, sem conteúdo, se torna fútil e substituível por outra mais interessante. Ou simplesmente por não mais ser novidade. O novo passa a ser mais belo.

O belo somente pelo belo, depois de um tempo...cansa...e quando cansa, já não é mais tão belo assim.

Agora, quando algo belo se sustenta por conteúdo e conecta um diálogo com seus interlocutores...será uma beleza duradoura.

Temos ainda a beleza construída pela história, aquela que por mais feia ou antiga que seja, tem em seu passado uma riqueza que a embeleza quando contada. Sem algo para contar ou lembrar, seremos meros passageiros.

Aprendo muito com minha pintura, pois ela me mostra que não conseguimos bons resultados impondo o tempo para conclusão. O bom trabalho exige tempo e maturação sobre o que se está fazendo e também persistência em acreditar que do borrão sairá algo digno de um suspiro.

Pintar e desenhar mostra que as fazes dos trabalhos possuem ritmos e intensidades...ora suave...ora intensa.

Na arquitetura, para mim, belo é quando o projeto se explica por um texto. É quando o projeto representa algo ou alguém para o qual ele foi pensado.

Belo, é quando o projeto funciona e nos encanta.

Maurício Aurvalle, arquiteto.

#Arte #Interiores #TextosMaurícioAurvalle

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo