Já se viu tendo que arrumar gavetas antigas?


Você alguma vez se viu tendo que arrumar gavetas antigas?

Ou então arrumar aquele baú cheio de fotos e recordações?


Se alguma vez você já fez isto, então certamente já se deparou com o desafio que é enfrentar um processo de decoração e arquitetura de interiores. Ele é profundo e nos obriga a tomar uma série de decisões importantes na transição do antes e do depois.

Calma, isso não é o fim do mundo e nem vai te proporcionar quedas de cabelo. Pelo contrário, isto trará uma nova onda de boas energias no seu dia a dia.

É claro que o trabalho de interiores, e consequentemente vem a decoração, pode ocorrer nos mais diversos níveis de complexidade. Desde uma simples reorganização de quadros a um completo processo na casa inteira.

Seja em que escala você irá enfrentar este belo desafio o certo é que irá lidar com muitas questões pessoais não resolvidas. Desde se ver obrigado a dar um novo destino a móveis antigos (ou de pouco uso) até colocar em análise a sua rotina diária.


Na minha visão profissional, o item mais importante a ser colocado em conversa, definitivamente, trata-se das rotinas das pessoas...e eu ainda acrescentaria uma pitada daquilo que seria o desejo de cada um. A rotina e os desejos, para mim, são os condutores do trabalho que irá trilhar o caminho para um belo resultado, pois eles constroem solidez às inúmeras decisões necessárias a serem tomadas ao longo do processo.

Mas o que afinal isso tem a ver com decoração?

Eu te digo que literalmente tudo!!!

É esta compreensão sobre como usar o espaço e quais as necessidades para ele que irão justificar a presença ou a localização de qualquer elemento no ambiente, inclusive questões como cores, iluminação, conforto e todo o resto que constroem um lugar onde todos queremos estar.

“Ok, mas e como decorar?”

Te pergunto: “Como tu gostarias de te vestir diariamente se tu não tivesses obrigação com nada?” “Como te sentirias feliz?”

Isso é fácil....mas também muito difícil, não?

E para construir isso de forma longeva, é preciso que as pessoas resgatem seus objetos e recordações afetivas para incorporarem aos demais elementos (fotos, móveis, etc...) e tenham coragem para fazer aquilo que realmente seria o seu ideal e não a tendência que está estampada na capa de uma revista.

Este incrível trabalho que é a arquitetura de interiores e a decoração pode ser sim, apenas o trocar de cor de uma parede. Mas ele também tem a força de ser algo muito mais profundo e transformador na vida de todos nós, pois nos permite realizarmos questionamentos que não temos costumes de fazer....vamos resolvendo as coisas na medida que o tempo vai nos impondo e exigindo soluções.

Renovar os ambientes em que vivemos é tão importante quanto a data do Ano Novo. Precisamos, de tempos em tempos, dar espaço à novas energias.

Um grande abraço a todos.

Maurício Aurvalle, arquiteto.

#Decoração #Opinião #Comportamento #Interiores

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esse é o nosso projeto comercial que buscou atender à um público feminino de puro Luxo. Me segue no Instagram :-) #Decoração #Arquitetura