Quanto vai custar?


Quanto vai custar?

Você já imaginou realizar algo mas desistiu por não saber o quanto isso iria custar?

Eu duvido que não tenhas passado por esta situação e desistido por medo de que seu desejo ultrapasse a capacidade do seu cofre.


O problema é que para sabermos o quanto algo irá custar precisamos realizar orçamentos de materiais, equipes e mão-de-obra...além do quê, temos que possuir um projeto para “tudo” e com esses projetos encaminharmos para empresas e profissionais realizarem seus cálculos e valores....Correto?

Bem...o processo, realmente, está correto. Para obtermos orçamentos nós necessitamos de informações/ideias que sejam claras o suficiente para que sejam entendidas e capazes de serem executadas...Ah, e é claro, estejam aprovadas ao ponto de não serem modificadas até o momento de sua execução. Só que para tudo isso acontecer precisamos contratar profissionais capazes de criar, desenvolver e aprovar (com você) estas ideias para que tudo o que já falamos aconteça.

Bom, mas e se eu não quiser enfrentar todo esse processo esmiuçado de projeto, contratações diversas e orçamentação com um monte de fornecedores e profissionais? Como eu faço para entender o quanto será preciso investir para que um desejo se realize?

Já ouviu falar em Custo Estimado?


O trabalho de realizar o Custo Estimado é um conjunto de ações e informações que buscam identificar e precificar tudo o que será preciso fazer e adquirir para que a sua ideia se torne uma realidade.

Em outras palavras, é colocar no papel tudo o que precisará fazer, contratar e comprar...e colocar valor e preço em tudo isso. Muitas coisas terão valores aproximados ou estimados, pois não possuem projeto para uma orçamentação correta. No entanto, outras tantas questões poderão ser precificadas, pois são itens a venda no mercado.

A realização de um Custo Estimado não é importante somente para se saber o quanto irá custar algo, mas é uma importante ferramenta de planejamento. Por meio desse processo, muitos serviços e elementos são listados e alguns que nem se imaginavam que seriam necessários. Este planejamento, além de possibilitar a organização de cronogramas e etapas, também fornece uma visão geral indicando quais as prioridades, por onde começar e suas sequências.

Veja bem. Se olharmos de uma forma mais ampla, podemos aplicar o trabalho do Custo Estimado para qualquer coisa, tanto na área da arquitetura e construção quanto em setores ligados ao empreendedorismo, setores do comercio e indústria, no meio digital e marketing e até no turismo.

Especificamente na área da arquitetura e construção civil (que inclui reformas, restauros, aprovações e outros), o Custo Estimado realiza um mapeamento estratégico da sua necessidade e atribui valores de mercado a tudo isso.

Vai se mudar? Entenda o que isso irá custar para você sair do atual lugar e se instalar no novo local.

Possui um terreno e quer saber o quanto irá custar o que você deseja construir? Com o Custo Estimado é possível idealizar um projeto que atenda às suas necessidades e colocar valores em todo o processo.

Está querendo mudar sua decoração? Sabia o quanto pode custar o seu novo bom gosto.


O Custo Estimado é o trabalho que se pode fazer para saber gastos antes de iniciar um processo de projeto. Além de ser um belo conselheiro para você decidir se vale a pena investir em algo, ele também servirá como base de consulta para tudo o que vieres orçar e contratar futuramente. Esse é um trabalho que eu sempre recomendo.

Não há conversa sobre obra que alguém não fale; “...sempre dizem que vai custar uma coisa, mas no final sempre custa muito mais”.....Sobre isso, uma coisa é carta; não tiveram um bom e sincero planejamento inicial.

Lembre-se, PLANEJE!

Maurício Aurvalle, arquiteto.

#Decoração #Interiores #Obra #Arquitetura

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Esse é o nosso projeto comercial que buscou atender à um público feminino de puro Luxo. Me segue no Instagram :-) #Decoração #Arquitetura